DOENÇAS QUE AFETAM A FERTILIDADE MASCULINA

Varicocele

Caracterizada pela dilatação das veias dos testículos, a Varicocele compromete a fertilidade masculina, pois aumenta a temperatura local, prejudica a chegada do sangue e aumenta o acúmulo de substâncias tóxicas nesta região.

Essa condição pode alterar a produção de espermatozoides em alguns homens ou aumentar a fragmentação do DNA dos espermatozoides, causando infertilidade.

A Varicocele prejudica a produção e o armazenamento dos espermatozoides, resultando na redução de concentração, motilidade e morfologia espermática.

Cerca de 20% dos homens são acometidos pela Varicocele, mas nem todos apresentam problemas reprodutivos. Por isso, assim que diagnosticada, o paciente deve ser avaliado por um urologista especialista em infertilidade masculina.

Consulta médica

Diagnóstico

O diagnóstico é realizado pelo exame físico cuidadoso, através da palpação do escroto, realizada por um urologista. A palpação é realizada com o paciente em pé ou deitado, onde o especialista procura sinais de veias dilatadas. A manobra de Valsalva (técnica em que se prende a respiração, segurando o nariz com os dedos e, em seguida, é necessário forçar a saída de ar, fazendo pressão) facilita a visualização e palpação das varizes nos testículos.

A ultrassonografia com doppler da região testicular é um exame complementar à palpação que avalia o calibre dos vasos e o fluxo de sangue presente nas veias.

A varicocele pode ser classificada em:

Grau I: Leve - Palpáveis com a manobra de Valsalva

Grau II: Moderada - Palpável facilmente

Grau III: Grave - Visivelmente detectadas e palpadas com facilidade

Sintomas

Normalmente, a Varicocele é assintomática, porém, nos poucos
casos em que apresenta sintomas, são eles:

  • Desconforto e/ou dor na região escrotal;
  • Inchaço ou presença de caroço nos testículos;
  • Aumento do volume testicular;
  • Alteração seminal (infertilidade).
Médico passando receita médica

Tratamento

O tratamento da Varicocele é indicado para homens que possuem Varicocele palpável na bolsa testicular e alteração seminal comprovada pelo exame Espermograma.

O tratamento é cirúrgico, onde se ligam as veias dilatadas com auxílio de microscópio cirúrgico. A cirurgia, conhecida como Varicocelectomia, é indicada em casos mais graves e que estão relacionados à infertilidade.

Quando indicado, a técnica mais comum utilizada e com maiores taxas de sucesso é a microcirurgia subinguinal, mas também há a opção da embolização da Varicocele.

Essas são as mais utilizadas, mas atualmente existem diversas técnicas que podem ajudar a tratar a doença.

O tratamento cirúrgico nem sempre viabiliza que a gravidez aconteça naturalmente, mas aumenta as chances de sucesso através dos tratamentos de reprodução assistida. A Fertilização In Vitro geralmente é o tratamento mais indicado, porém a avaliação e indicação de qualquer tratamento para pacientes com Varicocele deve ser feita por um especialista em reprodução assistida e um urologista.