TRATAMENTOS PARA ENGRAVIDAR

Transferência de embriões congelados

No processo de Fertilização In Vitro, os embriões formados por óvulos e espermatozoides durante um tratamento podem ser transferidos a fresco para o útero da paciente, ou seja, no mesmo ciclo, ou podem ser congelados para que a transferência seja realizada em outra oportunidade.

Os embriões que serão criopreservados através da técnica de vitrificação são congelados, identificados, e armazenados em tanque de nitrogênio líquido a uma temperatura de aproximadamente -196ºC, preservando a qualidade desses embriões.

Em momento oportuno, dependendo da avaliação e indicação de um especialista em reprodução assistida, os embriões podem ser descongelados e transferidos ao útero da paciente.

As técnicas de Fertilização In Vitro mostram-se há anos muito eficientes quanto à transferência de embriões a fresco.

Clínica Originare - Transferência de embriões congelados

Atualmente, devido à evolução da medicina reprodutiva, a transferência de embriões congelados passou a ser uma opção viável, com altas taxas de sucesso, favorecendo as pacientes.

As técnicas de Fertilização In Vitro mostram-se há anos muito eficientes quanto à transferência de embriões a fresco. Atualmente, devido à evolução da medicina reprodutiva, a transferência de embriões congelados passou a ser uma opção viável, com altas taxas de sucesso, favorecendo as pacientes.

Etapas da transferência
embrionária

O sucesso da implantação embrionária depende da qualidade embrionária e preparo adequado do endométrio para receber o embrião. Confira as etapas a seguir.

  • Preparo endometrial: realizado através de medicações hormonais via oral, transdérmica, injetável e ou via vaginal. O objetivo é preparar o útero para receber o embrião;
  • Preparo do embrião: no dia da transferência, o embrião é descongelado e tem sua qualidade avaliada antes da transferência, sendo a taxa de sobrevivência do embrião ao descongelamento próxima de 98%;
  • Transferência embrionária: os embriões são transferidos ao útero da paciente através de um cateter que passa pelo colo do útero e deposita os embriões na cavidade uterina com auxílio do ultrassom abdominal. O procedimento não necessita de anestesia e se assemelha a um exame ginecológico de rotina;
  • Após 9 dias da transferência embrionária, é realizado o exame de gravidez (Beta-hCG) para verificar se o tratamento resultou em uma gestação.
Clínica Originare - Transferência de embriões congelados

Nota: A realização do tratamento não é garantia de gravidez, devido a fatores biológicos, físicos e individuais de cada paciente.