PROCEDIMENTOS COMPLEMENTARES

Oncofertilidade

A Oncofertilidade é uma área multidisciplinar da Medicina Reprodutiva que consiste na preservação de gametas de pacientes oncológicos, homens e mulheres diagnosticados com algum tipo de câncer e que desejam ter filhos biológicos futuramente.

Quando falamos em pacientes que desejam engravidar e são diagnosticadas com câncer, a oncofertilidade é uma possibilidade de preservação da fertilidade para uma possível gravidez no futuro.

Pacientes em idade reprodutiva que realizam a quimioterapia ou a radioterapia podem ter a sua fertilidade comprometida pelo tratamento, por vezes levando à redução da reserva ovariana em mulheres e a diminuição ou parada total da produção dos espermatozoides em homens.

O congelamento oncológico de óvulos, espermatozoides ou embriões, é uma opção que deve ser considerada e discutida com o oncologista de cada paciente.

Sapatinhos de bebê

Para quem é indicado?

O congelamento de óvulos e espermatozoides é indicado para homens e mulheres em idade reprodutiva que tiveram o diagnóstico de câncer e que possuam o desejo de ter filhos após o tratamento.

O congelamento de embriões deve ser considerado por casais com relacionamento estabelecido. Caso seja necessário, em tempo oportuno, os gametas ou embriões podem ser descongelados e utilizados em um tratamento de Fertilização in Vitro.

O congelamento não garante uma gestação, mas possibilita a preservação da possibilidade de uma gravidez futura.

O acompanhamento de um oncologista é muito importante neste processo e o aconselhamento de um especialista em reprodução assistida pode esclarecer dúvidas e trazer possibilidades de preservação da fertilidade.

Dr. João Dias
Máscara Originare

Como é realizado?

Pacientes que desejam iniciar o tratamento de oncofertilidade devem procurar uma clínica de reprodução assistida para receber todas as orientações referentes ao procedimento.

Confira como são realizados em cada caso:

Em mulheres:

A partir do momento em que o médico oncologista encaminha a paciente para a clínica de reprodução assistida o congelamento oncológico de óvulos pode ser iniciado no mesmo dia, independente do período do ciclo menstrual da paciente.

O tratamento se inicia com o uso de medicação durante 10 a 12 dias para aumentar a produção de óvulos, no final desse período é realizada a coleta dos óvulos.

Após a coleta, os óvulos são enviados ao laboratório para serem congelados por tempo indeterminado, sem a perda da qualidade, podendo ser utilizados no futuro, através do processo de Fertilização in Vitro.

Em homens:

No caso dos homens, o procedimento é feito através da coleta de sêmen, que pode ser realizada em cerca de 2 a 5 dias. Normalmente bastam entre duas a três coletas que são feitas habitualmente por masturbação.

Depois da coleta o sêmen do paciente é congelado a -196ºC e pode ser armazenado por tempo indeterminado sem a perda da qualidade, para ser utilizado quando houver o desejo futuro de uma gravidez.

Depois dos procedimentos, mulheres e homens podem iniciar imediatamente o tratamento oncológico, tendo uma maior segurança quanto à preservação da sua fertilidade.