EXAMES PARA AVALIAÇÃO DA FERTILIDADE

Teste de Fragmentação do
DNA Espermático

A fragmentação de DNA espermático é uma das técnicas mais modernas de avaliação de infertilidade masculina. O DNA espermático representa 50% do DNA que formará o embrião, e os outros 50% são do óvulo da mulher.

No entanto, hoje já se sabe que esse material genético (DNA) pode sofrer alguns danos no momento em que o espermatozoide é produzido nos testículos, mas também no epidídimo, onde ficam armazenados antes da ejaculação, e na passagem pelo restante do sistema genital masculino até a fertilização.

Estudos recentes mostram que essa fragmentação pode prejudicar a fertilidade masculina, visto que os altos níveis de fragmentação estão possivelmente relacionados à:

  • Baixa qualidade embrionária;
  • Menor taxa de fertilização;
  • Maior risco de aborto gestacional;
  • Falha dos procedimentos de reprodução assistida.

Os estudos comentados anteriormente mostram também que os espermatozoides morfologicamente normais e móveis podem possuir elevados níveis de fragmentação do DNA e, por isso, um homem com espermograma normal pode sim ser portador da fragmentação.

Um dos principais diagnósticos da infertilidade masculina, a Varicocele , que é a dilatação das veias do testículo, está associada ao aumento da

Clínica Originare - Teste de Fragmentação do DNA Espermático

fragmentação do DNA. Outros fatores relacionados são as infecções e inflamações dos testículos e epidídimos, ou até mesmo outros processos infecciosos fora do sistema genital.

Um dos principais diagnósticos da infertilidade masculina, a Varicocele , que é a dilatação das veias do testículo, está associada ao aumento da fragmentação do DNA. Outros fatores relacionados são as infecções e inflamações dos testículos e epidídimos, ou até mesmo outros processos infecciosos fora do sistema genital.

Hábitos como o tabagismo, consumo de álcool e obesidade também já estão associados ao aumento da fragmentação do DNA, assim como fatores ambientais como temperaturas elevadas, contaminantes e poluição.

Para quem é indicado?

Recomenda-se a realização do teste de fragmentação do DNA espermático a todos os casais expostos a fatores de risco ou com histórico de abortos anteriores.

São considerados fatores de riscos algumas condições como, por exemplo:

  • Varicocele;
  • Tabagismo;
  • Obesidade;
  • Etilismo;
  • Diabetes;
  • Idade elevada;
  • Uso de drogas;
  • Exposição profissional.

Como é realizado?

A coleta do sêmen para teste de fragmentação é realizada da mesma forma que a coleta para o Espermograma - via masturbação em laboratório.

É importante lembrar que o paciente precisa ser avaliado por um urologista especializado em reprodução humana para que receba as orientações adequadas de tratamentos para o seu caso especificamente.

Clínica Originare - Teste de Fragmentação do DNA Espermático